24 de fev de 2010

Jogo da Vida

Bom ninguem pode dizer que o time não tentou.... tentou sim, tentou com todas as forças que tinha. mas perdeu.

perdeu a batalha, perdeu a guerra, perdeu o chão, perdeu a calma, perdeu a paciencia, perdeu a personalidade, perdeu minha essencia, perdeu tudo.

vamos culpar o tempo, nem a distancia, não vamos culpar nada nem ninguem. o time, somente não consegui mais lidar com essa situação... essa falta de gol.

e nada tava ajudando o time a ter raça e continuar, nenhum incentivo, nenhum problema, nenhum ataque surtia efeito, nenhuma defesa segurava o gol adversario, simplesmente deu tudo errado pro time favorito... e foi ai que o incredulo fez gol.

o favorito mesmo com todas as adversidades tentou. entrou em campo com a cabeça erguida, prometeu a torcida que traria o titulo pra casa. mas não deu, a empolgação inicial dos jogadores foi começando a morrer com a quantidade de falta que otime adversario fazia e o juiz não via, a torcida do time favorito gritava no estadio que "é drama , é drama" mas os jogadores foram se machucando,machucando e nada acontecia, substituições foram acontecendo... e mesmo assim não tava adiantando... o time favorito tava muito desfalcado do jogo anterior, e seus jogadores muito machucados... então teve uma hora que o time favorito entregou ospontos, disse que tava decidido e perder a partida , e o adversario aproveitou emarcou varios e varios gols...

o time favorito canso de lutar... se entregou e perdeu a partida....

o time "vencedor" na verdade não parecia querer ganhar, não fazia esforço nenhum,não empolgava a galera, mas tinha uma torcda enorme, o favorito tambem tinha torcida mas com o desenrolar do jogo perdeu e fico sozinho, nem sua fiel torcida mais ja estava a seu favor, tinha tudo contra, era jogo perdido e enfim se rendeu, perdeu a expectativa, perdeu a esperança de vencer, perdeu o alicerce, perdeu tudo. e agora otime tá desanimado, desesperançoso, sabendo que é possivel não ganhar um jogo tão cedo.


e esse jogo pelo visto não tem prorrogação...

Nenhum comentário:

Postar um comentário